ARMÁRIO DE VIDA DUPLA

Já teve que dividir seu próprio armário? Nada de irmãos ou colegas de quarto, mas ter que  dividir suas roupas em duas casas ou duas cidades, por exemplo? Acontece com muita gente ainda na infância ou adolescência, quando tem pais separados. Mas acontece muito mesmo é  quando o pessoal vai morar em outra cidade pra trabalhar ou estudar…

Comigo foi assim, há poucos meses vim para São Paulo e minha mala/armário vive dividida. A parte mais estranha é não ter um closet fixo, mas com o tempo a gente se acostuma e cria jeitos de lidar com essa divisão.

moving

O truque mais antigo de quem mora longe dos pais, mas visita sempre, é levar uma mala de  roupa suja pra lavar em casa. Mas cuidado, tem que ver se a “visita” vai dar tempo de lavar-secar-passar tudo, ou a gente acaba sem roupa. É legal ter mais de uma mala – não precisa ser um baú gigante – porque facilita o vai-e-vem de roupas, assim, mesmo que um pedaço fique lavando em “casa”, dá pra ir se virando com peças que estão na “casa nova”.

Acessórios são bons porque atualizam o look sempre. E o mais legal, são fáceis e leves de carregar pra lá e pra cá. É bom também ter muita peça básica, que combine com quase tudo. Sabe receita fácil? Tipo calça jeans com camiseta, cintinho, colar fofo, sapatilha… Ter uma calça  mega coringa pra ir combinando no dia-a-dia faz com que a gente não precise ficar levando e trazendo toda a coleção de calças (hehe).

A dica mais legal de todas – conto por experiência própria – é ficar de leva-e-traz só com  suas roupas favoritas (sempre tem aquelas queridinhas), porque quando a gente quer usar tal coisa e ela não tá lá é bem chatinho. E se a gente não se organiza, a gente nunca sabe onde  está nada! É uma loucura, mas que passa quando a gente decide qual vai ser nosso armário-lar.

E o mais bacana de tudo isso é que a gente aprende a fugir da preguiça fashion. E treina fazer o máximo de combinações bonitinhas, mesmo sem ter todas as nossas peças por perto.

Tags: , , 24.09.2009 - 00:08 | Postado por Cristina Categorias: moda e consultoria 17 Comentários

Comentários

17 comentários para "ARMÁRIO DE VIDA DUPLA"

  • Márcia Mesquita disse:

    24 de 09 de 2009 às 09:58

    quando me mudei de volta redonda para o Rio, deixei muita coisa na casa dos pais ainda. mas depois levei quase tudo – não adianta muito deixar dois guarda-roupas, como vc vai ver daqui pra frente hehehehehe
    quando fui do rio pra sp, trouxe quase tudo tb, só deixei no rio as roupas de praia (biquinis e saídas). tanto em volta redonda como no rio, hoje em dia, também tenho um acervo de roupas para ficar em casa e pijama ehehehhe

    mas que é um saco arrumar mala sempre é né? pra piorar, não tenho máquina de lavar, imagina? hahahahaha

    bjs

  • Cynthia Fernandes disse:

    24 de 09 de 2009 às 09:59

    Meninas, quando vi no twitter o novo post de vocês, CORRI! Passo por uma situação bem parecida com a de vocês, viajo todo final de semana para o interior para rever a familia e sempre levava uma “malona” cheia de coisas que não usava nem a metade, hoje estou bem mais prática, mas vi que poderia ser mais depois do post de vocês. Essa ideia da calça básica, aquele jeans que dá com tudo é otima. Eu já viajo com a propria calça para ocupar menos espaço na mala. O restante são duas blusinhas, uma rasteira e só. Eu tenho a sorte de ter uma mãe igualzinha a mim, o mesmo corpo, o mesmo pé. Então se faltar algo, corro para o guarda roupa dela.

    Gostei muito dessa ideia de levar a roupa suja. Minha mãe é que não vai gostar muito.

    Ah, uma coisa que não abro mão de levar nem deixar em cantos separados é a minha maleta de maquiagem. Não vivo sem ela. É uma coisa tipo” kit de primeiros socorros”.

    Ufa, acho que já falei demais.
    Beijos e até a proxima.

  • Carol Ribeiro disse:

    24 de 09 de 2009 às 10:39

    Adorei o post!
    Essa é bem a vidinha de quem se divide em duas cidades ou casas….
    Acho que estou nessa há um bom tempo, embora a maior parte do meu guarda-roupa já esteja aqui em SP, e no interior deixo apenas algumas coisas, na verdade duplicadas daqui de Sampa, tipo a calça e as blusas queridinhas…e os acessórios vivem de lá pra cá e a maquiagem tb como a Cynthia no post acima!
    No aspecto de lavar a roupa, cansei de levar a roupa pra lavar em casa e de vez em quando dar decara com aquele final de semana chuvoso ou friorento que n-a-d-a seca, então acabei comprando máquina de lavar, ferro, tábua (Pq eu mesma cuida das minhas roupitchas!). Um kit completo de cuidados com as roupas. Foi uma das melhores aquisições, pq assim vou organizando tudo durante a semana no tempo e madrugadas que sobram…rsrsrsrssss
    Ótimo post mesmo Cacau! É sempre bom saber que tem mais gente como a gente nessa vida de armário duplo…ou armário de vida dupla!
    Bjinhos ;)

  • Munique Bassoli disse:

    24 de 09 de 2009 às 10:54

    Nossa, eu tenho 3 guarda-roupas, um na casa dos meus pais no interios, um na minha casa aqui em sampa e um na casa do meu namorado tbm em sampa… aí fica bem complicado qdo quero usar uma roupa e lembro que deixei em outro lugar, mas sempre levo junto a roupa coringa e fico mudando as combinações para não perceber que repito uma peça várias vezes… xD mas faz uma falta ter o guarda-roupa inteiro sempree…

  • Carol disse:

    24 de 09 de 2009 às 10:58

    Quando vim pra São Paulo há 4 anos meu caso era igual ao da Munique. *rs! Ainda bem que deu pra estabilizar e ano que vem junto meus trapinhos com o futuro maridão e todas as minhas pecinhas vão se reencontrar novamente Êeeee! Hahah

  • Maria Dalva Martins disse:

    24 de 09 de 2009 às 11:04

    Adorei o tema do post!
    Eu escrevi um comentáriozão mas não apareceu depois que enviei! Desisto! :o(
    Beijos!

  • Andressa disse:

    24 de 09 de 2009 às 11:30

    Qdo eu estudava fora, só tinha roupas básicas no armário pra faculdade e um ou outro acessório pra passeios ou festinha com os amigos. Voltava pra casa dos meus pais todo fim de semana, pois meu namorado tb estava lá (na minha cidade) e era lá onde ficavam todas as minhas coisas mais queridas! Depois q me formei voltei pra minha querida cidade e não preciso mais administrar dois armários!

  • Aline disse:

    24 de 09 de 2009 às 11:49

    Faço parte do time que divide armário de casa com o armário da casa do Namorado… na verdade eu dividia…. Apesar do lindo até lavar as peças que eu deixava lá eu queria arrancar os cabelos quando lembrava que aquela calça estavam com ele, e não comigo para eu poder usar.
    Parti pra outra alternativa, na 6º feira antes de sair para ir pra casa dele, escolho uma parte de baixo coringa pra ir usando e uma alternativo caso o tempo mude. Se estou de shortinho, levo uma calça multiuso, e vice-versa, escolho mais 2 tops e um casaquinho de frio, que geralmente já vou usando. E como toda boa leitora da Oficina abuso dos acessórios… assim dá pra administrar 4 ou 5 peças no final de semana, sair com o namorado, passear com as amigas e ainda sim sentir que num tá faltando nada.
    Outra dica boa ( e que eu aprendi aqui, há!) é pensar nas atividades que eu vou ter, ou, como nem tudo é previsível, que eu possa vir a ter….
    AMO esse blog, e tudo de bom que ele traz!

    Beijos meninas!

  • Amanda Medeiros disse:

    24 de 09 de 2009 às 11:51

    Minha situação é bem essa! Fico já a alguns muitos anos, desde os tempos da faculdade, entre Belo Horizonte e o interior. É pertinho mas sempre bate aquela sensação de que alguma coisa que queria usar exatamente agora está longe.

    Minha dica é deixar na cidade ‘principal’ um maior volume de roupas e levar para a outra cidade os looks já mais ou menos prontos… com pequenas variações. Os básicos não mudam de cidade e são lavados ali mesmo. Com o tempo e prática ficou até fácil…

  • Nayara Oliveira disse:

    24 de 09 de 2009 às 12:39

    Nossa, minha vida é assim também. Mas é um pouquinho mais complicado, porque meus pais são separados, então já tem uma divisão das minhas roupas entre a casa deles dois, só que pra completar, eu tou sempre na casa do namorado, por ser mais perto de tudo que eu tenho que fazer durante o dia. Ou seja, se já é difícil organizar quais roupas levar pra dois lugares, imagina a minha situação com três! hahaha
    Mas eu consigo ir me virando. Eu sempre deixo a maior quantidade de roupas onde passo mais tempo, que é a casa do namorado. Mas nunca deixo faltar umas roupinhas coringa nas outras duas casas! :D

  • Ana Carolina disse:

    24 de 09 de 2009 às 13:18

    meninas,super adorei o post
    e diz exatamente oque eu faço,pois moro em outra cidade pra estudar
    e quando vou pra casa,levo as roupas acumuladas sujas e e outras coringas que dá pra fazer uma mistureba no que tem em casa e na mala! rs
    já os calçados,tem uns que nao desfaço deles e nao deixo de trazer pra minha “nova” cidade,pq com ctza um look basicao faz toda um salto chiquerrimo! :D

  • Cristina disse:

    24 de 09 de 2009 às 14:33

    Meninas, vocês são todas o máximo conseguindo administrar dois (ou até três) guarda-roupas. É super difícil cuidar só de um… Sabe o que é bom? Tentar manter um guarda-roupa bem coordenável em cores, assim quase tudo combina com quase tudo, sabe!?!
    Beijos

  • Ana Luiza disse:

    24 de 09 de 2009 às 16:21

    Ah, eu, sinceramente, achei ótimo ter duas casas, porque agora tenho 2 guarda-roupas para encher hahahahahaha
    O problema foi só quando resolvi levar toda minha roupa de São Paulo para casa, nas férias, e não coube no guarda-roupa de lá hehehe

    Beijo!

  • Anninha Rios disse:

    24 de 09 de 2009 às 17:03

    Eu já morei em outra cidade (uns 350 km) e sempre que vinha trazia roupa pra lavar. O bom é que passava fds, colocava de noite pra lavar e secava de manhã.

    Mas se eu morasse numa cidade que tivesse aquelas lavanderias que a gente vê em filmes, eu faria questão de guardar umas. Vai que um gatão solteiro vai por lá pra dar uma paquerada!

    Rs..
    Beijo
    Anninha Rios
    Chiccult.com

  • Cacau disse:

    25 de 09 de 2009 às 00:28

    Grupo de apoio feelings. É tão legal ver que tem um monte de gente na mesma situação que você né? E olha quanta dica boa, viu. Tão bom isso de ficar trocando truquezitos. Mas ó, assumo que tem dias que fica complicado encontrar as coisas e inventar combinações “aceitáveis” hehe. Mas às vezes, na pressão, a gente aprende a ousar um pouquinho!
    E isso de ter um armário com cores coordenáveis é maravilhoso mesmo, Cris. : D

  • Debora disse:

    25 de 09 de 2009 às 00:29

    Adorei o post! minha vida também é assim! todo fds em viajo, fui obrigada a ser mais organizada quando vi que não era nada prático carregar um monte de coisa para lá e pra cá, na verdade meu carro durante um tempo virou uma extensão do meus dois armarios, eu parecia uma vendedora sempre tinha uns sapatos, calças e blusinhas dentro do carro, mais ou menos há um ano montei combinações completas, com ajuda deste otimo blog, hoje em dia carrego muito pouca roupa. Beijos para todas!

  • Juliana Beraldo disse:

    26 de 09 de 2009 às 00:50

    amei o post!
    principalmente porque faz uns 4 anos que eu vivo assim ahah estudo numa cidade e meus pais moram em outra… eu venho pra casa da mamis a cada 15 dias +/- ….antigamente eu vinha toda semana, ae minhas roupas tinham ciclos…eu levava algumas e deixava umas sujas na minha mãe, ai no próximo final de semana, pegava as roupas que já tinham sido lavadas e deixava uma mala inteira suja ahah
    até que eu comecei vir menos… ai passei a deixar tipo 90% das minhas roupas na cidade que eu estudo, e lavar lá mesmo… no fds eu trago somente o que vou usar ahah
    é meio cansativo mas acostuma ahah
    bjoo

Deixe seu comentário

Conecte-se através de uma de suas contas ou preencha seus dados abaixo!