Colete de pele: como escolher, usar e combinar

A peça não é das mais fáceis de usar nem de escolher, mas as lojas estão bombando os estoques com colete de pele fake. Para a coisa dar certo, a gente acha que o material precisa ser bom e a dona deve tomar alguns cuidados com o volume.

Se bem usado, o colete te esquenta nesse inverno e acrescenta interesância ao look de um jeito bem atual. Por outro lado, justamente por ser uma peça super hoje é preciso ter cuidado para não ficar com cara de vítima da moda, de look que vai datar em meia estação, sabe como é?

Para usar de um jeito legal, é bom pensar no colete como um atualizador do look, uma peça que mostra que você “sabe o que está acontecendo no mundo”, mas que precisa vir combinada de um jeito original, para passar a mensagem de que – para além da modinha – você sabe quem você é.

Preparamos um roteiro de como usar, escolher e combinar os coletinhos!

Textura: Toque que lembra nylon ou pelúcia, fio crespo e aspecto fake demais deixam a peça com cara de feirinha da esquina. Além disso, quanto mais crespo for o pelo, mais volume ele parece ter. Prefira os lisos e suaves.

Pelos: As opções mescladas – que misturam cinza, bege e preto, por exemplo – ajudam a quebrar a dureza da peça porque passam uma sensação de movimento, tirando um pouco o foco do volume.

Já as cores chapadas – colete 100% preto, 100% bege – remetem à algo rígido, denso, aumentando a ideia de volume.

Comprimento: Em relação a tipo físico, os coletes mais curtinhos beneficiam quem é mais mion na parte de cima do corpo e quer disfarçar o quadril larguinho.

Comprimentos alongados – abaixo do ossinho do quadril – são amigos de quem tem peitão ou ombrão. Quanto ao estilo, a gente acha que os longuinhos tendem a ser mais elegantes.

Mix de estampas: Se o colete já tem textura, misturar com outros tipos de textura pode ser bem interessante. Contrapor a fofura estruturada do colete com camisa de seda lustrosinha é super legal, por exemplo.

Já em relação às estampas, listras, gráficas, florais e abstratas podem render looks incríveis.

Animal print 3D: O colete de pele fake funciona no look como um animal print 3D, então, as combinações menos legais de textura são as que trabalham outros animais, formando um blocão safári, tipo colete de pele + oncinha + cobra + zebra.

Cores: Colete malhado, desses que misturam mais de um tom, vai bem com estampa. Colete preto vai bem com coordenação de cores sóbrias e colete marrom vai bem com laranja, vermelho e amarelo.

Marcar a cintura: Se a peça é volumosa, marcar a cintura garante que a gente não vai parecer mais cheinha do que é necessário.

Acontece que marcar a cintura por cima do colete provavelmente vai criar um puf em cima do cinto e outro embaixo. Como se for pra ter puf a gente prefere adquirí-lo comendo, a estratégia é marcar a cintura antes de colocar o colete ou escolher um modelo de colete mais ajustadinho.

Uma ideia boa seria vestidinho, cinto por cima do vestido e colete abertinho por cima de tudo. A composição vai criar um corredor polonês de magreza bem no centro do seu corpo. Se a peça debaixo – no caso, o vestido – for chamativa, melhor ainda porque o corredor ganha destaque sobre as muralhas de fofura do colete.

Combinações que todo mundo está fazendo: Para não ficar com cara de seguidora de modinha, o ideal é fugir das composições mais óbvias: aquelas que todo mundo está fazendo, como colete de pele fake com calça jeans e camiseta branca ou preta, por exemplo.

Boas combinações: Colete mais longuinho vai bem com shortinho curto, calça pantalona ou com vestido acima do joelho. Já colete curto vai bem com calça mais curtinha ou saruel.

Como a pele remete à algo luxuoso, a gente acha mais legal combinar com peça com cara de conforto e fim de semana para trazer a mensagem de que é possível resgatar o glamour para o dia a dia. Peças que casam com esse discurso são calça de plush, vestidinho floral com manga e uma botinha, top de malha bem soltinho, tênis ou camiza xadrez (fazendo uma vibe lenhador).

Onde comprar? Nós vimos modelos legais na Zara, Maria Garcia e Farm!

Tags: , , , 07.07.2011 - 12:18 | Postado por juliana cunha Categorias: moda e consultoria 19 Comentários

Comentários

19 comentários para "Colete de pele: como escolher, usar e combinar"

  • Karine disse:

    07 de 07 de 2011 às 13:32

    Amei as dicas!

    Percebo que muita gente usa mas sem personalidade, acaba ficando feio!

    Seguindo essas dicas não tem erro!!

    Beijos

  • Pá. disse:

    07 de 07 de 2011 às 13:34

    Comprei o meu há uns 2 anos na Zara e é bem cheinho o que aumenta o busto… não recomendo para quem já tem barriguinha…
    Beijos, Pá
    http://fashionandotherthings.com/
    @papalombo

  • mercedes dias disse:

    07 de 07 de 2011 às 13:39

    Eu tenho, mas achei que seria para ocasiões especias…valeu a dica.

  • Juliana disse:

    07 de 07 de 2011 às 14:05

    vou seguir essas dicas pra ver se eu perco essa sensação de achar que eu to enorme com o colete! rs

  • Mimi disse:

    07 de 07 de 2011 às 14:48

    Pra mim a dica mais preciosa foi a de marcar a cintura antes do colete. Tao simples e eu ainda nao tinha pensado nisso, me limitei a ficar cismada com o puf que aparece acima e abaixo do cinto quando se coloca ele por cima do colete.

  • Sho disse:

    07 de 07 de 2011 às 15:54

    Noossa, comprei o meu há uns dois anos atrás… Ele é preto e mais compridinho, super tendência, e já tem história para contar!! Encontrei naquelas araras de promoção da Renner (rs!), paguei R$ 50 e muita gente não curtiu o colete na época!!

    Para ver como o gosto muda toda hora. Hoje, todo mundo quer um pra usar e abusar!!!

    Beyjos S.

    http://www.euycoco.com

  • crisca Zaio disse:

    07 de 07 de 2011 às 20:29

    Comprei um no inverno do ano passado, mas o cima aqui onde eu moro não ajudou muito (Vitória-ES), eu ficaria muito sem noção,rsrsr
    Mas esse ano o frio veio com tudo aqui, agora posso usar e abusar =D
    Valew pelas dicas ;)

  • juliana disse:

    07 de 07 de 2011 às 22:57

    é bom ter cuidado ao comprar peles falsas chinesas. aconteceu de um cachecol vendido na marisa ter sido confirmado como pele de coelho, e a loja comprou como sendo poliéster. já que a maioria das lojas importa esse tipo de item de lá, é bom observar a roupa com atenção se não quiser literalmente comprar lebre por falso.

  • juliana disse:

    07 de 07 de 2011 às 23:02

    é preciso ter cuidado ao comprar peles falsas chinesas. essa semana, anteceu de um cachecol vendido na marisa ter sido confirmado como pelo de coelho, e a loja importou como sendo poliéster. já que a maioria das lojas de departamento importa muitas peças de lá, é bom observar a roupa com atenção se não quiser literalmente comprar lebre por falso. infelizmente é comum na china usar pelo de cão, gato, coelho etc e a maioria das pessoas nem faz ideia.

  • sibeleb monaci disse:

    08 de 07 de 2011 às 10:31

    Eu comprei uma casaquinho de pele na Renner, estampa tipo onça. É curto, bem simples. Comprei porque precisava de algo quente e macio, o couro não me atrai nesse frio. Agora to sem idéia de como usar. Alguma dica?
    Beijos.

  • Mamãe disse:

    08 de 07 de 2011 às 11:18

    Dê, tenho certeza que vc fica linda com um colete desses. Veja como se usa o pequeno….
    Beijos.

    Até na Renner e C&A tem.

  • Fabiola disse:

    08 de 07 de 2011 às 17:42

    Adoro os post de vcs, sempre com ótimas dicas. Diretas, claras e eficientes. Parabéns!!!
    Beijos

  • Angela Pri disse:

    09 de 07 de 2011 às 02:42

    adorei as dicas, pena que eu já comprei o meu colete! Comprei um curto e tenho ombro largo, depois de muita auto observação concluí que seria melhor ter comprado um mais compridinho, exatamente como vocês estão indicando.

  • vanessa diamante (12) disse:

    10 de 07 de 2011 às 15:25

    com o que eu posso usar meu sapatinho oxford rosa antigo sem sair muito do normal??

  • disse:

    13 de 07 de 2011 às 18:01

    Vanessa Diamante, use seu oxford como você usaria uma sapatilha! A única restrição (pra mim) são calças que cobrem o peito do pé, o visual pode ficar muito masculino. Mas o oxford fica lindo com saias/vestidos/shortinhos e calças com a barra dobradinha ou mais curtas mesmo.
    Ah, e saia do normal, menina!!

  • Ciça disse:

    21 de 07 de 2011 às 19:18

    Gostei muito das dicas, como gosto de todas do site. Mas acredito que seja importante também usar o espaço para dizer que, por mais belas que sejam, os casacos de pele tem que ser de pele falsa. É mais do que uma noção de estilo, é uma noção de humanidade e compaixão. Não precisamos matar nenhum animal para nos sentirmos bonitas e na moda. (:

  • Renata disse:

    13 de 06 de 2012 às 16:08

    Comprei no ano passado, um colete de pele na Renner (óbvio que é fake. Bege, de ovelha nem coletinho, nem alongadinho. Usei uma ou duas vezes, mesmo gostando dele. Com esse post, descobri porque uso tão pouco. Já tenho experiencia para fazer o post: como NÃO comprar e usar coletes de peles!!!!

  • Eliane disse:

    29 de 06 de 2012 às 10:37

    Gostei muito das dicas. Há tempos eu procurava um e encontrei!!
    Tenho uma dúvida: ele é preto, tem pele fake na frente e cetim atrás, ele só pode ser usado a noite?
    Obrigada meninas… vcs arrasam sempre!!
    Bjs

Deixe seu comentário

Conecte-se através de uma de suas contas ou preencha seus dados abaixo!