Arquivos de Posts

Você procurou pela tag "como usar cores"

TRÊS VEZES MOSTARDA

Até pouco tempo atrás esse tom de amarelão fechado que a gente chama de mostarda fazia torcer até os narizes mais destemidos (em moda). Mostarda não é mesmo das cores mais fáceis nem de combinar com outras cores, nem de usar por si só – esse amarelo meio bege meio opaco pode dar sensação de que a gente mesmo fica um pouco amarelada quando usa. E vejam: ainda assim, com todos esses ‘contras’, o mostarda tem conquistado um monte de vitrines e looks na rua (e nos sites de streetstyle) com uns ‘prós’ bem interessantes. Quem tem vontade de experimentar pode transformar o que teria tudo pra ser careta num inusitado duplamente feliz, pela falta de medo e pela conquista em si! A gente pensou em três fórmulas boas pra todo mundo se animar, ó:

MOSTARDA + NEUTROS IMPONENTES
No lugar do preto e do branco – neutros universais, os mais básicos de todos! – a gente junta o mostarda com os equivalentes desses. Que o que ficaria bom com branco fica bom também com bege clarinho, com gelo, com creme, com rosê e pérola. E o que fica bom com preto também funciona com marinho, vinho, cinza-chumbo, marrom, petróleo. Imagina mostarda – que já não é uma cor “padrão”, coordenada com esses outros neutros, mais imponentes e originais? Até look feito com peças super informais fica descoladex.

MOSTARDA + METALIZADOS
Essa pode ser uma fórmula boa pra levar o mostarda pra balada: Imagina coordenar com tons parecidos com o próprio mostarda (como beginhos e nude!) e salpicar o look com muitos pontos metalizados, pra ascender o amarelo e fazer brilhar a coordenação monocromática! Vale acrescentar brinco colarzão pulseiras mil braceletes sandália sapatilha escarpin bolsinha cinto broche tiara e mais, tudo em douradão, prateadão (por que não né?), bronze e em paétes. A gente tá garantindo que vai ficar DEMAIS!

MOSTARDA + TONS DE PEDRAS PRECIOSAS
Aproveitando a onda dos blocos de cores, é possível ‘localizar’  o mostarda num lugarzinho bem especial do universo das coordenações coloridas. A gente considera o mostarda um amarelão forte e rico, então… legal é coordenar com cores-coloridas também fortes e ricas – tipo cores de pedras preciosas, que carregam a riqueza no seu próprio conceito! Vale roxão-ametista, vermelhão-rubi, verdão-esmeralda, turquesa, azul-safira, amarelão-citrino, caramelo-ágata, coral e mais. Super jeito de “descaretizar” o mostarda!

Tem aqui mais um monte de referências de looks com mostarda, com mais jeitos de usar e inspirção, clica pra ver. A gente tem trabalhado direitinho essas fórmulas com as clientes das últimas compras, e tem funcionado legal. E vocês, tão usando mostarda? De que jeitos? Vamos dividir?!?? ;-)

Tags: , , 24.01.2013 - 01:30 | Postado por Fernanda Categorias: moda e consultoria 23 Comentários

PRETINHOS NADA NADA BÁSICOS

Tem aqui uma seleção de pretinhos nada básicos da Givenchy, desfilados láááá em 2007 (época original desse post!), com umas idéias-delícia de tentar repetir na vida real. Acontece que to-das as clientes que a gente já atendeu na vida reclamam de uma mesma coisa (entre tantas reclamações!): todo mundo tem mil calças pretas, mil vestidinhos pretos, muito mais roupa preta do que se precisa. E as moças sempre terminam a reclamação com a mesma conclusão: quem usa muito preto tem a sensação de estar sempre vestida do mesmo jeito, quase com a mesma roupa! Não tem?!??

pretinhos1.jpg
preto pode ter mensagem de ‘mantenha distância’ sabia?

Pois o segredo está nessas imagens, todas da Givenchy mesmo: peças pretas com detalhes que façam mega diferença são tudo! Tem vestidinhos com babados, com drapeados, com texturas incríveis, com aplicações, com tachas, com recortes e vazados, com mangas importantes, com formas assimétricas ou inusitadas, com misturas de materiais, com modelagens ousadas e mais. Quanto menos “comum” for a peça, mais legal ela vai ser… em preto! E look preto-com-interessância pode ser companhia perfeita pra maquiagem prafrentex ou pra um cabelo mais incrementado. Vale exercitar o uso dos pretos nada básicos no calor e vale exercitar jeitos espertos de coordenar preto com outras cores não-tão coloridas — por ser uma ‘não-cor’, o preto acaba desvalorizando cores coloridas e funciona super muito mega master melhor coordenado com outros neitros, tipo marinho, cinza, gelo, marrom, branco e creme (sabia?).

pretinhos2.jpg

Não é à toa que o povo da moda AMA preto, sempre. Simples e super fácil de ser chique, o preto transmite elegância quase instantaneamente: só de saber que quem “instituiu” o vestidinho preto no guarda-roupa feminino foi a Coco Chanel o olho já brilha, não? E Christian Dior disse uma vez que a gente podia usar preto “a qualquer hora do dia e da noite, em qualquer idade e em qualquer ocasião”- não é mentira, pode mesmo dar certo de dia e de noite, e tem menos restrição como cores super fortes, fluo, ou ou clarinhas demais, fofinhas demais, teriam. Audrey Hepburn imortalizou o pretinho de Bonequinha de Luxo e a gente sonha com essa imagem até hoje (e o pretinho do filme também foi feito pelo Givenchy!). E ainda tem o mito do efeito emagrecedor, né?!??

Tags: , , , , , 12.06.2012 - 00:02 | Postado por Fernanda Categorias: moda e consultoria 10 Comentários

DE BRANCO NO DIA A DIA

Calças brancas andam bem sendo as nossas queridinhas em produções de calor, sabia!?! Porque usar calça no calor já não é lá muito fácil, mas as brancas têm esse aspecto mais leve além de serem pra lá de elegantes. Pensa que pra manter uma calça branca realmente branca um dia todo a gente tem que ser muito fina, dessas que não esbarram em nada, não derrubam nada, não encostam em nada que possa imacular a candice da tal peça. E toda essa imagem de impecabilidade já vem embutida na calça branca em si – é só usar!

Outra mensagem bem gritante da calça branca é a sua feminilidade, porque uma calça branca é o que existe de mais próximo de transparência, na versão opaca, sabe!?! E elegância e feminilidade não são dois adjetivos que a gente esteja desprezando, não! São muito bem vindos… A calça branca carrega nela também uma certa informalidade saudável pra coordenar com peças elegantes e ainda ficar com cara de “trabalho tropical”. Por isso calça branca fica tão legal quando usada com camisas ou paletozinhos leves! Outra coordenação bem acertada é calça branca + top claro (bege, cáqui, gelo, etc) formando um conjunto monocromático. E por falar em monocromático, é muito bacana coordenar calças brancas com cintinhos ou sapatos em tons claros ou médios, mas sem ser brancos.

Então se a calça branca tem todo esse poder, imagina só um terno branco! Uau! É tão poderosamente elegante e feminino que facilmente substitui um vestido bacana numa festona. Chega até a ser sexy! (Não é a toa que o terninho branco abriu muitos dos desfiles das últimas temporadas internacionais) E na versão short/bermuda é o que tem de mais “maria-clara-diniz” pra esse verão. Rola até pra um almoço mais arrumadinho de fim de semana, não rola!?!

Tags: , , , 11.10.2011 - 00:10 | Postado por Cristina Categorias: moda e consultoria 26 Comentários

AREIA + SOL COMO INSPIRAÇÃO

A gente aqui na Oficina acredita desde sempre que inspiração de moda é mais legal quando vem do vida do que quando vem da própria moda. Reproduzir no look o que em volta da gente faz o olho brilhar parece mais gostos e inteligente do que usar alguma coisa por que todo mundo tá usando, né? Em dia quente de feriado, então, uma delícia é se inspirar no amarelo e no bege da praia. Sol e areia – em forma de cores! – rendem coordenações nada óbvias, super elegantes e ao mesmo tempo muito muito animadas. Bege é neutro claro, por isso cria looks monocromáticos com o amarelo (tom vivo e claro também), que alongam super a silhueta de quem usa. Os valores próximos (tudo claro) também garantem a “chiqueza” da coordenação, e mesmo que o amarelo pareça chamativo demais, ele sempre vai ser acalmado pelo bege. E especialmente por que essas duas cores são quentes (tem mais pigmento amarelado do que azulado na sua composição), elas sempre se ajudam, sem equilibram e se valorizam mutuamente. Fácil de fazer – até em pequenos toques! – e lindo de vestir.

Lembrando que amarelo e outros neutros claros também rendem looks lindos, como com creme, com gelo, com cinza clarinho e até com dourado e cobre (com branco a gente acha “ovo frito”). Com neutros escuros, pra quem curtir cortar a silhueta (ou salpicar contraste no look!) amarelo rende boas coordenações com marinho, vinho, marrom e cinzão (amarelo e preto cria o clássico look abelha zzzuuummmmm). E pra aproveitar toda a “deliciosidade” dos blocos de cor, vale juntar amarelo e pink, laranja, petróleo, azulzão, roxo, turquesa e vermelho.

Tags: , 07.09.2011 - 14:47 | Postado por Fernanda Categorias: moda e consultoria 10 Comentários

COMO USAR CORES: PETRÓLEO EDITION

O petróleo é aquela cor entre o verde escuro e o azul escuro e  que porque fica extamente entre as duas pemite um zilhão de coordenações bacanas. Assim como o vinho é uma cor neutra, mas bem menos comum que as outras cores neutras que a gente já está tão acostumada a usar (marinho, cinza, preto, marrom…). E por ser uma cor neutra também carrega as mensagens de elegância, mas é bem mais ousada – e bem mais difícil de encontrar por aí.

E porque a gente não consegue achar tantas peças nessa cor pra comprar, quando encontra tem um baita dificuldade pra coordenar, não é!?! Então lá vai algumas ideias pra gente começar aos pouquinhos:

petróleo e neutros: por ser um neutro vai bem com quase todos os neutros, mas a fica mais fácil de coordenar com os tons mais frios (azulados, rosados, aroxeados) e escuros tipo marinho, vinho, beringela, cinza chumbo, petro, marrom café. Com caramelo fica lindo, lindo, mas já é mais avançado, porque o contraste é bem maior!

petróleo e coloridos: dá pra começar com as cores mais parecidas, como lilás, tons de roxo, azulão, azul claro,tons de verde (imagina com cítrico que lindo) e depois dá pra se divertir com tos de laranja, de amarelo, de rosa…

E na hora de combinar com metalizados a gente pode usar o mesmo raciocínio: se a gente quer que os acessórios fiquem mais discretos no look, melhor escolher os mais próximos, como prateados ou dourados escuros e se a gente quer que eles se destaquem (e nessa hora a gente quer sim que eles se destaquem), os mais legais são os acobreados, rosados ou dourados mais claros.

COMO USAR CORES: VINHO EDITION

De todos os tons neutros que a gente tanto fala, o vinho é um dos favoritos (junto com o petróleo, que vai até ser tema de post na semana que vem). No meio de tantos pretos, cinzas e marinhos, o vinho se destaca porque é menos comum de se ver por aí, mas traz as mesmas mensagens de adequação e elegância quanto qualquer um desses mais batidos.

O legal do vinho é que se ele aparece numa peça super clássica, como uma calça alfaiataria, deixa ela mais moderninha e quando é usado numa peça mais casual, tipo um tricô, deixa ela mais sofisticada. É um poder de não deixar nada tradicional demais ou ousado demais, sabe!?! E rende mil coordenações bacanas, quer ver?

vinho e neutros:  isso é fácil! Vinho fica legal com marinho, com cinza, com cáqui, com camelo e até com preto. E quer coordenação mais chique e atual que vinho com verde militar!?!

vinho e coloridos: porque vinho é uma cor neutra com um pezinho lá nos coloridos, as coordenações mais fáceis são as usadas com cores mais parecidas, tipo vinho + tons de azul, vinho + roxo, vinho + tons alaranjados. Dá pra coordenar vinhos com tons de verde também, mas daí já fica bem mais chamativo.

E ainda usar vinho com tons de rosa é imbatível! Melhor ainda com tons rosados mais neutros como nude, rosê, rosa acinzentado… Ah! na hora de coordenar com metalizados os melhores são o ouro velho, prata velha, tons acobreados e bronze, que não criam tanto contraste e mantém a ideia de sofisticação do vinho. Agora não tem mais desculpa pra gente não experimentar.

Página 1 de 3 | 123